Realeza de Maria - SARAIVA DA SANTA RAINHA - A Festa da Sagrada Família - cai no primeiro domingo depois do Natal.

Clique aqui para comentar esta publicação


Sagrada Família





Albrecht Dürer, Fuga para o Egipto, 14941497
A Sagrada Família é o termo usado para designar a família de Jesus de Nazaré, composta segundo a Bíblia por José, Maria e Jesus. A sua festa no calendário litúrgico é celebrada no domingo que fica na Oitava do Natal.

Passagens bíblicas

  • Anúncio do Anjo a José: "E o Anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos, dizendo: "José, filho de David, não temas receber a Maria tua mulher: porque o que dela nasceu, é obra do Espírito Santo". (Mat 1:20)
  • Fuga para o Egito: fuga para o Egito, por causa da perseguição movida pelo rei Herodes, que queria matar Jesus.
  • Jesus perde-se e é encontrado no templo (episódio também conhecido como Jesus entre os doutores): "Os pais de Jesus iam todos os anos a Jerusalém, pela festa da Páscoa. Quando ele chegou aos doze anos, subiram até lá, segundo o costume da festa. Terminados esses dias, regressaram a casa e o menino ficou em Jerusalém, sem que os pais o soubessem. Pensando que ele se encontrava na caravana, fizeram um dia de viagem e começaram a procurá-lo entre os parentes e conhecidos. Não o tendo encontrado, voltaram a Jerusalém, à sua procura. Três dias depois, encontraram-no no templo, sentado entre os doutores, a ouvi-los e a fazer-lhes perguntas. Todos quantos o ouviam, estavam estupefactos com a sua inteligência e as suas respostas. Ao vê-lo, ficaram assombrados e sua mãe disse-lhe: «Filho, porque nos fizeste isto? Olha que teu pai e eu andávamos aflitos à tua procura!» Ele respondeu-lhes: «Porque me procuráveis? Não sabíeis que devia estar na casa de meu Pai?» Mas eles não compreenderam as palavras que lhes disse. Depois desceu com eles, voltou para Nazaré e era-lhes submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração. E Jesus crescia em sabedoria, em estatura e em graça, diante de Deus e dos homens». (Luc 2:41-52)

Sagrada Família na arte

As cenas da Sagrada Família são das mais representadas na arte, especialmente em pintura. Destacam-se as cenas da Natividade e da fuga para o Egito.
Extraído de: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sagrada_Fam%C3%ADlia
***

Maria é a Rainha
E seu reino é tão grande como a de seu Filho e do Altíssimo, uma vez que nada está excluído do seu domínio.

Ele é o rei, por natureza, como O PAI, ela é rainha por "relação com o Divino" isto é, por ser a Mãe do CRISTO.

Na verdade sua relação com o filho é maior do que as mães comuns dos Reis.

Pois ela é a Mãe d'Aquele que é Rei pela própria natureza, desde toda a eternidade, e o relacionamento é exclusivo, pois não tinha PAI humano.

Ainda mais, a rainha-mãe ordinária dá à luz uma criança que mais tarde irá se tornar rei.

O filho de Maria é eternamente rei, por sua própria natureza.


Pois "assim como Cristo, porque Ele nos redimiu, é o nosso Senhor e Rei por um título especial, para a Virgem Santíssima também é a nossa rainha, por conta da forma original em que ela assistida em nossa redenção, dando de sua própria substância, por oferecer livremente a Ele por nós, por seu desejo singular e petição a favor, e interesse em ativos, a nossa salvação ".


Salve Santa Rainha entronizada acima,
Oh, Maria!
Salve Mãe de Misericórdia e de Amor,
Oh, Maria!

Triunfo de todos os querubins!
Canta junto dos serafins!
Céus e Terra ressoando o hino!

Salve (salve), salve, salve Rainha!

(Palmas)

Salve Santa Rainha entronizada acima,
Oh, Maria!
Salve Mãe de Misericórdia e de Amor,
Oh, Maria!

Triunfo de todos os querubins!
Canta junto dos serafins!
Céus e Terra ressoando o hino!

Salve, salve (salve), salve Rainha!

(Piano)

Nossa vida, nossa doçura cá na Terra,
(Oh) Oh, Maria!
Nossa esperança na tristeza e na dor (oh, oh),
Oh, Maria!

Triunfo de todos os querubins!
Canta junto dos serafins!
Céus e Terra ressoando o hino!

Salve, salve, salve Rainha!

A-le-lu-ia!

Mãe e mãe sobre todas as mães!
Santo, santo Deus!
Virgem e mãe venerável!
Santo, santo Deus!

A-le-lu-ia! (A-le-lu-ia!)

Nossa vida, nossa doçura cá na Terra,
(Oh) Oh, Maria!
Nossa esperança na tristeza e na dor (oh, oh),
Oh, Maria!

Triunfo de todos os querubins (querubins)!
Canta junto dos serafins (doces serafins)!
Céus e Terra ressoando o hino!

Salve, salve, salve Rainha! (Sim, salve!)
Salve Rainha (oh, oh, oh)!
Salve Rainha!




Hail Holy Queen

Hail holy Queen enthroned above,
Oh Maria,
Hail mother of Mercy and of Love,
Oh Maria,
Triumph all ye cherubim!
Sing with us ye seraphim!
Heaven and Earth, resound the hymn!
Salve (salve), salve, salve Regina!
(Clapping Hands)
Hail holy Queen enthroned above,
Oh Maria,
Hail mother of Mercy and of Love,
Oh Maria,
Triumph all ye cherubim!
Sing with us ye seraphim!
Heaven and Earth, resound the hymn!
Salve, salve-salve, salve Regina!
(Piano)
Our life, our sweetness here below,
(Oh-o-o)Oh Maria,
Our hope in sorrow and in woe (woe-oh-oh),
Oh Maria,
Triumph all ye cherubim (cherubim),
Sing with us ye seraphim (seraphim),
Heaven and Earth resound the Hymn!
Salve, salve-salve, salve Regina!
A-le-lu-iah
Mater ad mater inter marata
Sanctus sanctus dominus
Virgo respice mater ad spice
Sanctus sanctus dominus
A-le-lu-iah (A-le-lu-iah)
Our life, our sweetness here below,
Oh-o-oh-o Maria,
Our hope in sorrow and in woe,
Woh-o-oh-o Maria,
Triumph all ye cherubim (cherubim),
Sing with us ye seraphim (sweet seraphim)
Heaven and Earth, resound the Hymn!
Salve, salve-salve, salve Regina! (Salve yeah)
Salve Regina! (woh-o-oh)
Salve Regina!


Oração

Santa Maria da Criança da casa real de David, Rainha dos Anjos,
Mãe de graça e amor, saúdo-vos com todo meu coração.
Alcançai-me a graça de amar o Senhor fielmente durante
todos os dias da minha vida.
Concedei-me, também, uma grande devoção
para convosco, que é a primeira criatura do amor da LUZ.

Ó celeste Criança Maria, que como uma pomba pura nasceu
imaculado e belo, verdadeiro prodígio da Sabedoria Divina,
minha alma se alegra em vós.
Oh! me ajude a preservar a virtude da pureza angelical.

Ave Maria, cheia de graça o Senhor é contigo.
Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria Mãe de Cristo, rogai por nós filhos da LUZ agora e na hora de nossa morte. Amem.

Salve, criança adorável e santa, espiritual jardim de delícias, onde,
no dia da Encarnação, a árvore da vida foi plantada,
me ajude a evitar o fruto venenoso da vaidade e prazeres do mundo.
Ajuda-me a enxertar em minha alma os pensamentos, sentimentos,
e as virtudes de seu divino Filho.

Santa Maria Cheia de Graça................

Salve, admirável Criança Maria, Rosa Mística, jardim fechado,
aberto apenas para o Esposo celeste. O lírio do paraíso,
me faz amar a vida humilde e escondida;
deixe o esposo celestial encontrar a porta do meu coração sempre aberto aos apelos amorosos de Sua graça e inspiração.

Ave Maria, cheia de graça ................

Santo Filho de Maria, aurora mística, porta do céu,
você é a minha confiança e esperança.
O advogado-poderoso, a partir do seu berço esticar a mão,
apoiar-me no caminho da vida.
Faça-me servir ao PAI com ardor e
constância até a morte e assim chegar a uma eternidade com você.

Ave Maria, cheia de graça ................


Bendita és tu ó Virgem Maria, que deu o Criador de todas as coisas;
você trouxe Quem criou você, e uma virgem que permaneceu para sempre.
Que a humanidade do Seu Filho Unigênito, Senhor, ajuda-nos,
como ele, que quando nasceu da Virgem não diminuiu, mas consagrou a pureza de sua Mãe, pode nesta festa solene de sua natividade, livrar-nos de nossas ilusões, e fazer a nossa oferta aceitável a Vós, Jesus Cristo, nosso Senhor,
Quem convosco, vive e reina para sempre.

Amém.



O nascimento de Jesus Cristo foi resultado do planejamento da LUZ DIVINA e do “sim” de uma linda jovem.
A Bíblia diz que o Natal foi possível porque uma moça muito dedicada à meditação da Palavra do SENHOR disse “sim” quando um anjo a visitou com uma proposta DO PAI ALTÍSSIMO:

E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado pelo SENHOR a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. E, entrando o anjo onde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante do ALTÍSSIMO E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor PAI ALTÍSSIMO lhe dará o trono de Davi, seu pai; E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim. E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum? E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho do ALTÍSSIMO. E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril; Porque para o SENHOR nada é impossível. Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela”.
(Lucas 1:26-38)


Jesus diz:

Quem recebe uma criancinha em meu nome, está me recebendo; e quem me recebe, não está apenas me recebendo, mas também àquele que me enviou”. (Marcos 9:37)

Onde há “sim” para O PAI A FONTE UNA, acontecem milagres.

A concepção, gravidez e nascimento na família que ama e adora Jesus em espírito e verdade não são atividades animais ou mecânicas. São, na perspectiva divina, o cenário para o mover de Deus em famílias e sociedades inteiras.

Com seu “sim” ao CRIADOR a jovem Maria foi instrumento de LUZ para a realização do primeiro Natal. Esse sim veio acompanhado, em sua vida pessoal, de muitas tribulações e desafios, onde ela própria engravidou do Espírito Santo durante o noivado, deixando seu noivo José perplexo, desconfiado e disposto a largar dela.

A jovem Maria deu o coração e o útero para A LUZ e A LUZ deu Jesus para a humanidade.

Baseado no texto de Julio Severo.

Nossa Senhora, Santa Maria, Imperatriz da China (e seu Filho)

fonte: http://www.tdaxp.com/archive/2007/12



A Festa da Sagrada Família celebra a unidade familiar e da Sagrada Família: Jesus, Maria e José. A festa geralmente cai no primeiro domingo depois do Natal.
A Festa da Sagrada Família, que se celebra no Domingo entre os dias 26 e 31 de dezembro, caso haja domingo nesse período.


A Sagrada Família
A tríplice devoção a Jesus, Maria e José.
A Família de Belém é o reflexo mais puro da Santíssima Trindade, que – não nos cansaremos de repetir com João Paulo II – “não é uma solidão, mas uma família, já que traz em si mesma a paternidade, a filiação e a essência da família, que é o amor”.
Por isso também se chamou a Jesus, Maria e José “a Trindade da terra” (do livro Os Três Sóis, de Antonio Orozco).
A Sagrada Família


Orações: --


Pai,
Ajuda-nos a viver como a Sagrada Família,
unidos no respeito e amor.
Traga-nos à alegria e à paz de sua casa eterna.
Conceder este meio de nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, para todo o sempre.

Pai do céu, criador de tudo,
você comprou a terra para trazer a vida,
e coroou a sua bondade, criando a família do homem.
No momento da história, quando tudo estava pronto
Você enviou o seu Filho para habitar no tempo,
obediente às leis da vida em nosso mundo.
Ensina-nos a santidade do amor humano,
mostra-nos o valor da vida familiar,
e nos ajude a viver em paz com todos os homens
que podemos compartilhar a sua vida para sempre.
Nós pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém.

Senhor Jesus Cristo
,

que, estando sujeita a Maria e José,
tu consagrar a vida doméstica
por virtudes Tua inefável;
concedei-nos,
com o apoio de ambos,
pode ser ensinado pelo exemplo
da Tua Sagrada Família
e pode atingir a sua comunhão eterna.
Quem vive e reina para sempre. Amem.

Jesus, nosso Redentor, mais amoroso,
Você veio para iluminar o mundo
com o seu ensinamento e exemplo.
Você quis passar a maior parte de sua vida
em humilde obediência a Maria e José
na casa pobre de Nazaré.
Desta forma, você santificados que a família,
que era para ser um exemplo para todas as famílias cristãs.
Graciosamente aceitar a nossa família,
que nos dedicamos e consagramos neste dia.
O prazer de proteger, guardar, e mantê-lo
no santo temor, em paz,
e na harmonia da caridade cristã.
Conformando-nos ao modelo Divino
de sua família,
podemos alcançar a felicidade eterna.

Read more at http://www.turnbacktogod.com/dec-28-feast-of-holy-innocents-holy-family/#ixzz0YmGPHiFH
*****
ESTE ENCONTRO É IMPORTANTÍSSIMO PARA A TERRA!
SERÁ COINCIDÊNCIA!!?
MÃE E FILHO FALANDO DA MESMA DATA?

Na véspera do Natal (07 de Setembro), irei ao vosso encontro, discípulos, e vos Abençoarei, mesmo que não tenhais conhecimento de Minha Presença. Desejo envolver-vos em Minha Luz e preparar-vos receberdes as bênçãos da Grande Solenidade celebrada, pela Hierarquia Divina, no dia do Natal.

Jesus


http://portaldosanjos.ning.com/group/kyriosjesusosenhor/forum/topic...

JESUS TEM O SANGUE DE MARIA!

Santo Atanásio, bispo e doutor da Igreja, séc. IV



O Verbo DIVINO veio em auxílio da descendência de Abraão, como diz o Apóstolo. Por isso devia fazer-se em tudo semelhante aos irmãos (Hb 2,16-17) e assumir um corpo semelhante ao nosso. Eis por que Maria está verdadeiramente presente neste mistério; foi dela que o Verbo assumiu, como próprio, aquele corpo que havia de oferecer por nós. A Sagrada Escritura, recordando este nascimento, diz: Envolveu-o em panos (Lc 2,7); proclama felizes os seios que o amamentaram e fala também do sacrifício oferecido pelo nascimento deste Primogênito. 
O anjo Gabriel, com prudência e sabedoria, já o anunciaram a Maria; não lhe disse simplesmente: aquele que nascer em ti, para não se julgar que se tratava de um corpo extrínseco nela introduzido; mas: de ti (cf. Lc 1, 35Vulg.), para se acreditar que o fruto desta concepção procedia realmente de Maria.


Assim foi que o Verbo, recebendo nossa natureza humana e oferecendo-a em sacrifício, assumiu-a em sua totalidade, para nos revestir depois de sua natureza divina, segundo as palavras do Apóstolo: É preciso que este ser corruptível se vista de incorruptibilidade; é preciso que este ser mortal se vista de imortalidade (1Cor 15,53).


Estas coisas não se realizaram de maneira fictícia, como julgam alguns, o que é inadmissível! Nosso Salvador fez-se verdadeiro homem, alcançando assim a salvação do homem na sua totalidade. Nossa salvação não é absolutamente algo de fictício, nem limitado só ao corpo; mas realmente a salvação do homem todo, corpo e alma, foi realizada pelo Verbo DIVINO.


A natureza que ele recebeu de Maria era uma natureza humana, segundo as divinas Escrituras, e o corpo do Senhor era um corpo verdadeiro. Digo verdadeiro, porque era um corpo idêntico ao nosso. Maria é portanto nossa irmã, pois todos somos descendentes de Adão.


As palavras de João: O Verbo se fez carne (Jo 1,14) têm o mesmo sentido que se pode atribuir a uma expressão semelhante de Paulo: O Cristo fez-se maldição por nós (cf. Gl 3,13). Pois da intima e estreita união com o Verbo, resultou para o corpo humano em engrandecimento sem par: de mortal tornou-se imortal; sendo animal, tornou-se espiritual; terreno, transpôs as portas do céu.


Contudo, mesmo tendo o Verbo tomado um corpo no seio da Maria, a Trindade continua sendo a mesma Trindade, sem aumento nem diminuição. É sempre perfeita, e na Trindade reconhecemos uma só Divindade; assim, a Igreja proclama um único CRIADOR no Pai e no Verbo.

(Epistola “Ad Epictetum”, 5-9; PG 26, 1058. 1062-1066)
Prof. Felipe Aquino

LEIA TAMBÉM
"A VIDA DE SÃO JOSÉ - Coroa de São José, Esposo Castíssimo da Mãe do CRISTO -"
Clique aqui

Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.